leram-me

segunda-feira, 27 de agosto de 2012

As "gordinhas" e a Margarida....

Nunca gostei nada de Margarida Rebelo Pinto. Li um livro dela, porque me disseram que era muito bom (WTF?????)... Nesta tentativa dolorosa de tentar ver o ponto de vista da amiga que recomendou o livro, percebi que esta senhora (sim, que já tem idade para ter juízo, apesar de lá no fundo achar que é uma adolescente!) escreve para satisfazer o seu ego. A personagem principal desta história era ela mesma...fui pesquisar outras histórias dela e percebi que TODAS as suas personagens femininas são escritas à sua imagem e semelhança.
Daí a pensar que algum dia, um jornal iria permitir a publicação de tamanha verborreia...são outros quinhentos paus!
Depois de ler esta pérola, digna de estar assinada por esta senhora, surgem-me algumas explicações:
1- Ou a mulher é parva!
2- Ou a mulher é preconceituosa!
3- Ou a mulher consumiu demasiada coca...ficou sem o resto dos neurónios que ainda existiam no espaço amplo, que era a sua cabeça!
4- Ou ao longo da sua triste vida, sofreu de graves disturbios alimentares, tornando-se numa anoréctica crónica, que compensa a falta de comida com excesso de sexo, tentando "comer" todo e qualquer macho! Foi com toda a certeza TROCADA por uma mulher bem mais apetecível. Ora nós mulheres sabemos que o despeito nos leva aos maiores desaforos e insultos...Esta foi a lamentável forma que arranjou de se vingar!
5- Ou as quatro coisas...
De uma coisa eu tenho a certeza! Não devia ser permitido escrever merda nos jornais...mesmo quando as crónicas são de opinião! É que de opiniões de merda está o mundo cheio...não é preciso haver registo, para a posteridade! (desculpem a palavra merda, mas como eu estou assim para o "gordinha" tudo me é permitido...por isso eu posso, tá?!)

10 comentários:

  1. CConcordo completamente! Cá para mim ela foi ultrapassada por alguma gordinha e vingou-se desta forma lamentável....

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Só assim se explica tamanha barbaridade...

      Eliminar
  2. Olá, Su
    Esta senhora deve estar com um agudo complexo de inferioridade. Cada um é aquilo que é, independentemente do julgamento dos outros. E isso de rotular pessoas é muito feio. Essa senhora devia rever a sua maneira de pensar e de estar. E as pessoas que a tomam em considração e publicam os seus disparates deveriam ter dois dedos de testa.
    Enfim...

    Um beijinho,
    JB

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Exacto! E quem é que instituiu que ser magro como ela é que é bonito e apetecível? Sempre vi homens com gordas e magras...por isso há gostos para tudo! Se assim não fosse, o que seria dela????? ;)))

      Eliminar
  3. nunca li nada dela e nunca vou. è apenas uma mulher resabiada e ponto! quem escreve o que ela escreve da maneira que o faz só pode ser parva.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Li o "Não há coincidências" a conselho de uma amiga...e fui tão resistente que li até ao fim! Escrita demasiado fútil e egocêntrica... para o meu gosto, claro está!
      Ah...e claro que NÃO RECOMENDO!

      Eliminar
  4. Eu também falei hoje no meu espaço acerca deste assunto e só tenho pena de uma coisa, é que não sou gordinha e por isso não posso dizer tudo o que me apetece (ironia, claro). Esta pessoa devia ser proibida de falar em público, de cada vez que fala sai merda. Não sei se já viste o comentário que a Guidinha fez a essa crónica, mas tens o link no meu post se quiseres espreitar, é que ainda teve a lata de dizer que não tem muito tempo para pensar naquilo que escreve, o que revela desde logo uma falta de profissionalismo enorme.
    É triste e deprimente esta mulher. Felizmente nunca cai na tentação de ler um livro dela e depois disto tenho a certeza que não irei ler mesmo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ela deve ser levada ao colo para todo o lado...só assim se explica a publicação de cocó literário!

      Eliminar
  5. concordo inteiramente contigo.
    também tentei ler um livro dela, mas era tão fraquinho mas tão fraquinho...
    nem sei como publicam os livros dela.
    beijinhos querida Su**

    ResponderEliminar
  6. A Margaria Rebelo de Pinto perdeu uma boa oportunidade para estar caladinha, foi o que foi.
    Esse texto já é de 2010 mas parece que a senhora continua parvinha pela entrevista que deu há pouco tempo.

    Bjokas

    ResponderEliminar